Saneamento

Soluções para tratamento de água, esgoto e efluentes industriais

A Fast impulsiona seu foco no setor de saneamento com investimentos constantes em Pesquisa e Desenvolvimento e parcerias fortes, como a especialista uruguaia: Seinco. Assim, consegue oferecer soluções realmente efetivas, apresentando elevadas eficiências em tratamento de água, esgoto e efluentes com ganhos ambientais e de operação elevados. Dentre as tecnologias da Fast, destacam-se os sistemas compactos de tratamento de efluentes industriais e municipais (ETEs) e de tratamento de água (ETAs). Como resultado, apresenta-se água tratada de alta qualidade e resíduos sólidos com baixo teor de umidade.    

São sistemas compactos, fabricados com matéria prima de alta qualidade, que garantem longo ciclo de vida, baixo consumo de energia e produtos químicos.

Vantagens:

  • Desenvolvimento de plantas completas, desde o projeto civil até a operação de ETEs e ETAs.
  • Valor de investimento menor, comparado a sistemas convencionais.
  • Sistemas compactos. Com área menor sendo ocupada, a estrutura exigida é reduzida, assim como prazos e custos de construção.
  • Pré-fabricado em materiais construtivos de longa durabilidade (geralmente aço inoxidável ou polipropileno) não dependendo das condições climáticas para construção;
  • Operação com alto nível de automatização.
  • Possibilidade de aplicar o tratamento por etapas. Unidades completamente montadas ou pré-montadas, de rápida instalação e obras civis de pequeno porte.
  • Custo operacional menor, comparado a sistemas convencionais.
  • Sistema modular e de fácil expansão.
  • Consumo reduzido de produtos químicos. Há casos de redução entre 20% a 40% do consumo de coagulantes e floculantes, em relação à processos convencionais.
  • Menores requisitos de floculação, facilitando o processo e exigindo menos atenção do operador.
  • Partida e parada de cada módulo são extremamente rápidas. Não existe o período de maturação, típico da sedimentação convencional.
  • Descarga de lodo mais adensado e contínuo sendo extraído pela superfície. Isso evita o entupimento e a necessidade de limpeza. O manto de lodo é visível, estável e possui raspador automático.
  • Elevada tolerância a sobrecargas hidráulicas e/ou orgânicas.
  • Economia de água: o processo de flotação diminui a perda de água através do lodo descartado e das águas de lavagem dos filtros.
  • Reuso de água: o sistema de flotação Fast permite a instalação de equipamentos complementares que possibilitam o reuso indireto ou direto da água.
  • Dispensa o uso de caixas de gordura e fossas sépticas para a captação, reduzindo os custos da infraestrutura para o tratamento do esgoto ou do efluente industrial.
  • Desidratação do lodo: a desidratação do lodo, através do decanter ou tridecanter centrífugo, possibilita um resíduo sólido de baixa umidade e uma gordura de alta pureza, com diversas possibilidades aplicação ou descarte responsável.
  • Equipamentos 100% nacionais.
  • Alto nível de automatização. O CLP pode gerenciar os seguintes parâmetros: bomba de alimentação, nível do tanque de químicos, processo automático de adição de químicos, sistema de monitoramento de pH, entre outros.
+ 0
obras/sistemas de ETE e ETA municipais realizados e entregues
+ 0 Milhões
de pessoas beneficiadas com ETEs e ETAs municipais

Indústria

ETE – Estação de tratamento de efluentes industriais

A Fast oferece soluções desde o tratamento preliminar do efluente bruto até o reúso da água tratada para empresas de pequeno, médio e grande porte.

Os sistemas de tratamento de efluentes da Fast apresentam elevada eficiência, sendo fornecidos em unidades pré-industrializadas com capacidade de tratamento a partir de 5 m³/h. Dentre estes, estão os processos físico-químicos, biológicos ou ambos combinados. O sistema atinge todos os parâmetros requeridos pela legislação ambiental, como: DQO (demanda química de oxigênio), DBO (demanda biológica de oxigênio), P – fósforo, NKT – nitrogênio e toxicidade.

Os resíduos gerados no processo, com baixíssimo teor de umidade, podem ter diversos fins, tais como compostagem, subprodutos animais, combustível, etc. Em alguns tipos de efluentes a estação de tratamento pode se tornar totalmente sustentável e até gerar lucros para sua empresa com a recuperação dos sólidos e da gordura ou mesmo a utilização da biomassa gerada no processo para as caldeiras, devido ao seu poder calorífico.

ETAs Industriais – Estação de tratamento de água e água de reuso

Para tornar águas de rios ou de poços subterrâneos potáveis, disponíveis para voltar ao processo produtivo, devolvidas à natureza ou serem consumidas, de acordo com as normas vigentes brasileiras, faz-se necessário a instalação de uma estação de tratamento de água, ou popularmente conhecidas como ETA.
As ETAs Fast têm por característica serem compactas, de fácil operação e baixo consumo de produtos químicos.

O tratamento da água bruta, seja superficial ou subterrânea, podem ocorres através dos seguintes processos: coagulação, floculação, clarificação, filtração e desinfecção. Na coagulação e floculação são adicionados produtos químicos como sais inorgânicos ou orgânicos. A clarificação, processo onde a maior parte dos contaminantes são separados da água limpa, pode ser realizado por dois métodos de separação: flotação e decantação, bastante compactos e altamente eficientes na remoção de sólidos em suspensão e precipitados. Apresentam redução elevada nos demais parâmetros (cor, odor, sabor, entre outros). Após a clarificação, a água tratada é enviada para o processo de filtração, para polimento, e para desinfecção, que garantirá os padrões de potabilidade da água.

Saneamento Municipal

ETE – Estação de tratamento de esgotos municipais

As tecnologias Fast para saneamento básico estão difundidas em diversos estados brasileiros e exportadas para outros países, beneficiando milhões de pessoas. O esgoto tratado além de evitar danos ao meio ambiente, diminui a incidência de doenças à população e eleva a qualidade de vida. Também gera impactos relevantes na economia, já que a cada real investido em saneamento, economiza-se cerca de 4 reais com saúde.  

A Fast tem vasta experiência na implementação de soluções cada vez mais eficientes e sustentáveis para tratamento de esgotos municipais, tendo participado de importantes obras, reconhecidas pela inovação e eficiência. Desenvolvidas em total compliance ambiental, a Fast desenvolve deste o projeto civil até a operação assistida. Os sistemas modulares, no caso das estações de tratamento de efluentes sanitários, permitem a instalação descentralizada, que possibilitam a subdivisão por bairros, vilas e condomínios. Dispensa o uso de caixas de gordura e fossas sépticas para a captação, reduzindo os custos da infraestrutura para o tratamento do esgoto.

Com vasta experiência na implementação de soluções para tratamento de esgotos municipais, a Fast já participou de importantes obras, reconhecidas pela inovação, sustentabilidade e eficiência. Conheça alguns cases:

  • ETE Santa Terezinha em Canela/RS – Corsan
  • ETE Ávila em Gramado/RS – Corsan
  • ETE Vacacaí em São Gabriel/RS – São Gabriel Saneamento
  • ETE Lauro Muller/SC – Casan
  • ETE Braço do Norte/SC – Casan
  • ETE Canasvieiras em Florianópolis/SC – Casan
  • ETE Paranaguá/PR – Obra da Paranaguá Saneamento – Grupo Iguá
  • ETE Guaíra/PR – Sanepar
  • ETE Barueri/SP – Sabesp

ETA – Estação de tratamento de água

Para tornar as águas de rios ou de poços subterrâneos potáveis e disponíveis para serem consumidas de acordo com as normas vigentes, faz-se necessário a instalação de estações de tratamento de água, popularmente conhecidas como ETAs. Estações de Tratamento de Água Fast têm por característica serem compactas, de fácil operação e baixo consumo de produtos químicos.

O tratamento da água bruta, seja superficial ou subterrânea, ocorre através dos seguintes processos: coagulação, floculação, clarificação, filtração e desinfecção. A coagulação e floculação ocorrem através da adição de produtos químicos específicos, podendo ser sais inorgânicos ou orgânicos. A clarificação, processo onde a maior parte dos contaminantes são separados da água limpa, pode ser realizado por dois métodos de separação: flotação e decantação. Ambos os processos são bastante compactos e altamente eficientes na remoção de sólidos em suspensão e precipitados e apresentam redução elevada nos demais parâmetros (cor, odor, sabor, entre outros). Após a clarificação, a água tratada é enviada para o processo de filtração, para polimento, e para desinfecção, que garantirá os padrões de potabilidade. Conheça alguns cases da Fast:

  • ETA Debossan em Nova Friburgo/RJ – Grupo Águas do Brasil
  • ETA Lagoa do Peri em Florianópolis/SC – Casan

Fast-Seinco

ETE – Estação de tratamento de esgotos municipais

As tecnologias Fast para saneamento básico estão difundidas em diversos estados brasileiros e exportadas para outros países, beneficiando milhões de pessoas. O esgoto tratado além de evitar danos ao meio ambiente, diminui a incidência de doenças à população e eleva a qualidade de vida. Também gera impactos relevantes na economia, já que a cada real investido em saneamento, economiza-se cerca de 4 reais com saúde.  

A Fast tem vasta experiência na implementação de soluções cada vez mais eficientes e sustentáveis para tratamento de esgotos municipais, tendo participado de importantes obras, reconhecidas pela inovação e eficiência. Desenvolvidas em total compliance ambiental, a Fast desenvolve deste o projeto civil até a operação assistida. Os sistemas modulares, no caso das estações de tratamento de efluentes sanitários, permitem a instalação descentralizada, que possibilitam a subdivisão por bairros, vilas e condomínios. Dispensa o uso de caixas de gordura e fossas sépticas para a captação, reduzindo os custos da infraestrutura para o tratamento do esgoto.

Com vasta experiência na implementação de soluções para tratamento de esgotos municipais, a Fast já participou de importantes obras, reconhecidas pela inovação, sustentabilidade e eficiência. Conheça alguns cases:

  • ETE Santa Terezinha em Canela/RS – Corsan
  • ETE Ávila em Gramado/RS – Corsan
  • ETE Vacacaí em São Gabriel/RS – São Gabriel Saneamento
  • ETE Lauro Muller/SC – Casan
  • ETE Braço do Norte/SC – Casan
  • ETE Canasvieiras em Florianópolis/SC – Casan
  • ETE Paranaguá/PR – Obra da Paranaguá Saneamento – Grupo Iguá
  • ETE Guaíra/PR – Sanepar
  • ETE Barueri/SP – Sabesp

ETA – Estação de tratamento de água

Para tornar as águas de rios ou de poços subterrâneos potáveis e disponíveis para serem consumidas de acordo com as normas vigentes, faz-se necessário a instalação de estações de tratamento de água, popularmente conhecidas como ETAs. Estações de Tratamento de Água Fast têm por característica serem compactas, de fácil operação e baixo consumo de produtos químicos.

O tratamento da água bruta, seja superficial ou subterrânea, ocorre através dos seguintes processos: coagulação, floculação, clarificação, filtração e desinfecção. A coagulação e floculação ocorrem através da adição de produtos químicos específicos, podendo ser sais inorgânicos ou orgânicos. A clarificação, processo onde a maior parte dos contaminantes são separados da água limpa, pode ser realizado por dois métodos de separação: flotação e decantação. Ambos os processos são bastante compactos e altamente eficientes na remoção de sólidos em suspensão e precipitados e apresentam redução elevada nos demais parâmetros (cor, odor, sabor, entre outros). Após a clarificação, a água tratada é enviada para o processo de filtração, para polimento, e para desinfecção, que garantirá os padrões de potabilidade. Conheça alguns cases da Fast:

  • ETA Debossan em Nova Friburgo/RJ – Grupo Águas do Brasil
  • ETA Lagoa do Peri em Florianópolis/SC – Casan

Grandes empresas confiam